2015

-LENÇÓIS-

Em mim - o vinho
Teu corpo - a taça
Da rosa - o espinho
Sob a mordaça

Clama o açoite
Tua carne fere
Gemes à noite
Riscando a pele

De tua alma
Uma outra vez
Firme cavalga
Com embriaguez

Nossas quimeras
Uivando em fome
Suplicam as feras
O prazer sem nome


E nos sonhos rasos
Não adormeço
Pois destes laços
Já não esqueço


Mais informações »

-MUDANÇASIMUNES-

O teu rosto irá mudar e tua voz não será a mesma.
Teu peso e comportamento,
Tua pele e a visão que tem sobre o mundo,
Até a cor dos teus cabelos ficará para trás.
Não será a mesma pessoa,
E um dia não será a pessoa que surgirá após esta.
Se transformará sutilmente com certos luxos de rapidez.

E sinto que não posso perder um só detalhe disto.
Vou adorar te acompanhar até a velhice,
E não obstante,
Saborear tua juventude.

Prometo e confesso,
Mudarei contigo
Até o meu fim e o que seguir além.

Me sinto entregue sem reservas,
Totalmente apaixonado,
Incorruptivelmente apaixonado,
Ferozmente apaixonado.

O que impedirá que este ímpeto me abandone:
O frescor do teu sorriso
E o calor do teu corpo.
Que as intempéries da vida se acheguem,
Pois vou atravessar cada uma delas.
E aos que desconfiam,
Entrego o meu sorriso mais piedoso.

Back to Top