-ARTESÃO-

Quero das estrelas fazer laços
Correntes para que não fuja
Que se distanciem os percalços
E a saudade se encurta

Da lua criar a cama
Com o abraço deste mar
Alimentando a eterna chama
Que vem nos testemunhar

Quero arrancar da Terra o fogo
Fazer do amor continuo antro
Entender que não um jogo
E prosseguir sem desencanto

Do tempo fazer escravo
Para que nunca chegue o fim
Findando o que eu agravo
Me tornando Arlequim

Quero arrancar o Sol do eixo
Para enfim, pôr você
Com os planetas, um enfeixo
Continuamente a lhe ver

One Comment

Back to Top